Florestas de Valor

Florestas de Valor é um programa do Imaflora, com o objetivo de fomentar atividades produtivas para a consolidação de áreas protegidas, conservar recursos naturais e valorizar populações tradicionais e agricultores familiares.

O programa acompanha e também busca impulsionar atividades agroextrativistas na Amazônia, além de apoiar a estruturação de cadeias de valor e facilitar a sua inserção em mercados, que valorizam suas origens e atributos socioambientais.

Linhas de ação:

Promoção da agroecologia: ações voltadas ao incentivo de práticas agrícolas, levando em consideração: a melhoria da qualidade de vida das populações locais; a conservação dos recursos naturais; a geração de renda e acesso a mercado; a soberania alimentar; o respeito à diversidade cultural; a organização para mudança; e a participação social.

Estruturação de cadeias de valor: apoio técnico à estruturação de unidades de beneficiamento; aperfeiçoamento da gestão dos negócios; fortalecimento de organizações locais; e a conexão de atores locais com atores externos para consolidar as cadeias de valor.

Expansão do Origens Brasil®: iniciativa de valorização dos produtos da floresta manejados por populações tradicionais e povos indígenas, com origem em territórios de diversidade socioambiental.

Conexão com novos mercados: para os produtos das populações tradicionais e de agricultores familiares, de forma a valorizar as características, a qualidade, a origem, as histórias associadas aos produtos, os serviços socioambientais, e gerar renda a partir de atividades responsáveis.

Participação em políticas públicas: atividades para influenciar a elaboração e a implementação de políticas de interesse público, que conciliam a conservação dos ecossistemas com o uso por populações locais e com práticas sustentáveis de produção florestal e agropecuária.

Saiba mais aqui.

Regiões de atuação do Florestas de Valor:

  • Calha Norte
  • Rio Negro
  • São Felix do Xingu
  • Xingu



  • Financiadores:



    A origens dos recursos destinados a cada projeto pode ser consultada na área de transparência.

    Instituições participantes:

    ACORQAT, ACORQE, ACRQAT, ADAFAX, AFP, AMORA, AMORERI, AMOREX, ARQMO, ATIX, CAMPAX, CEQMO, CPT, CRF, ECAM, GRUPO NSC, ICMBio, Ideflor-bio Pará, Imazon, ISA, Instituto Kabu, Kirwane, Mãe Domingas, Instituto Raoni, SEMMA Oriximiná, STTR Alenquer e UEBT.