24 a 31 Outubro 2017

Experimenta Açaí - Comida, Saúde, Cultura

Descrição

O açaí, atualmente, é o principal produto florestal não madeireiro do Brasil, seguido da castanha do Pará e do babaçu. Reconhecido mundialmente como um alimento que une atores da cidade e da floresta, alimentando todo tipo de vida, desde a fauna até um bebê indígena ou um atleta paulista. É comida culturalmente acessada na floresta e na cidade, além de ser a principal representação da sociobiodiversidade brasileira. Considerando esses fatores, a fruta está ligada ao conhecimento tradicional dos brasileiros, representado por nossas comunidades tradicionais, que habitam metade de nosso território. O uso do açaí vindo do bom manejo florestal garante a sustentabilidade, conservando a floresta e oferecendo independência aos povos que nela vivem.

Em atenção ao dia mundial da alimentação, convidamos representantes de comunidades tradicionais do Amapá (Associação das Comunidades Tradicionais do Bailique) e lideranças do Movimento Social da Amazônia para apresentar o açaí como comida, saúde e cultura.

O Imaflora é uma organização sem fins lucrativos que acredita que a melhor forma de conservar as florestas é dar a ela uma destinação econômica associada a transformações reais e significativas aos povos que nela vivem, aliando conservação dos recursos naturais, geração de renda e garantia dos seus direitos. O Imaflora é parceiro da Associação Comunidades Tradicionais Bailique e dos demais povos da floresta.

O SESC em parceria com o Imaflora irá realizar ações do dia 24 a 31 de outubro para apresentar essa tradição brasileira.

Menu degustação: Peixe frito com açaí e farinha de tapioca.

Edição especial para o cardápio da comedoria com o apoio da Chef Bárbara Andrade e Marcela Perencin. Esse cardápio será orientado a contemplar atletas, crianças, idosos e todos os adeptos a alimentação saudável.

Período: 24 a 31 de outubro 2017.

Local: Comedoria do Sesc.

Cardápio da semana:

Data Cardápio 24/10 Peixe c/ molho de açaí, purê de mandioca e granola salgada.

25/10 Carne de Sol com molho de açaí e farinha de tapioca.

26/10 Risoto de açaí, peixe com crosta de Baru e legumes (definir).

27/10 Lombo com molho de açaí e salada de folhas.

31/10 Camarão com açaí (definir).

Todos os dias mix de raíz (inhame e mandioca) com catchup de açaí e suco de açaí com melão e hortelã.

Chef Bárbara Andrade:

Formada em Gastronomia pelo SENAC de Águas de São Pedro, é chef profissional há 8 anos. Inspirada pela família, que sempre atuou no ramo alimentício, trilhou parte de sua carreira no exterior, tendo trabalhado nos principais restaurantes de Gold Coast, Austrália. Foi chef nos restaurantes The FishHouse e Moo Moo theWine Bar e Sous Chef no Envy Hotel. Na cidade de São Pedro (SP) foi também sócio-proprietária da Veroka’s Petiscaria. Atualmente é proprietária da empresa Alimentos Convitta.

Workshop “Sabores e saberes do açaí”

Data: 26 de outubro de 2017.

Horário: 19h.

Local: definir.

Neste encontro iremos conhecer sobre esse rico fruto da Amazônia e os benefícios que ele traz para a vida das pessoas na floresta com o Imaflora e em seguida, iremos assistir e degustar diferentes formas de cozinhar utilizando este fruto nativo com a Chefe Bárbara Andrade da Alimentos Convitta.

Roda de conversa

Roda de Conversa com Liderança do Movimento Social (Rubens Gomes) contextualizando os cenários e apresentando os protocolos comunitários como solução de desenvolvimento sustentável e as lideranças comunitárias apresentando sua relação com o açaí como alimento, saúde e cultura. Ao final, degustação de polpa de Açaí in natura, conforme consumido na floresta. Esse momento será ambientado por música tradicional tocada pelo Rubens Gomes, que representa a OELA - Oficina Escola de Lutheria da Amazônia (http://www.oela.org.br/).

Data: 31 de outubro de 2017.

Horário: 19h às 21h.

Local: Comedoria do Sesc.

Atores da roda de conversa:

José Rubens Pereira Gomes - Músico e Luthier, Fundador e Diretor Executivo da Oficina Escola de Lutheria da Amazônia - OELA, Coordenador do Protocolo Comunitário do Bailique, e Presidente da Cooperativa dos Produtores Agroextrativista do Bailique - AmazonBai.

Jéssica Larissa Freitas da Cruz – Pedagoga, coordenadora de Projetos da Oficina Escola de Lutheria da Amazônia - OELA, Coordenadora Pedagógica do Centro de Vocação Tecnologico da Agrobiodiversidade do Bailique e Coordenadora de Campo do Protocolo Comunitário do Bailique.

Geova de Oliveira Alves - Administrador socioambiental, é Presidente da Associação das Comunidades Tradicionais do Bailique - ACTB e Tesoureiro da Cooperativa dos Produtores Agroextrativista do Bailique - AmazonBai.

Jorge Alberto Vieira Costa - Concluiu o doutorado em Engenharia de Alimentos pela Universidade Estadual de Campinas em 1996. Atualmente é Professor Titular da Universidade Federal do Rio Grande, coordenador do curso de Engenharia Bioquímica e bolsista produtividade em pesquisa 1-C. Foi coordenador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Ciência de Alimentos e coordenador dos cursos de Engenharia de Alimentos e Engenharia Química. Publicou mais de 180 artigos em periódicos especializados e mais de 600 trabalhos em anais de eventos. Possui 17 capítulos de livros publicados e 22 produtos tecnológicos, dos quais 14 registrados e patenteados. Orientou 21 teses de Doutorado, 48 dissertações de Mestrado e 18 estágios Pós-Doutor, além de ter orientado 70 trabalhos de iniciação científica e 62 trabalhos de conclusão de curso nas áreas de Ciência e Tecnologia de Alimentos. Recebeu 35 prêmios e homenagens. Em suas atividades profissionais interagiu com 818 colaboradores em co-autorias de trabalhos científicos. Desempenho científico em 09/06/2017: 135 artigos na Web of Science, 1554 citações e fator H = 19; 130 artigos na Mendeley-Elsevier, 2043 citações e fator H = 24.

Clarissa Doimo - Nutricionista graduada em Nutrição pela UNICAMP, Pós Graduada em Nutrição aplicada ao Exercício Físico pela USP. Possui várias matérias veiculadas em revistas e jornais como Super Interessante e Revista Arraso. Possui grande experiência com alimentação vegetariana e funcional.

Junia Ruggiero - Engenheira Florestal. Trabalha com processos de certificação FSC de florestas naturais no IMAFLORA.

Rafael Breviglieiro - Administrador de Empresas, Coordenador de Certificações e Auditor Líder do IMAFLORA em processos de certificação de cadeia de custódia FSC e Cerflor desde Fevereiro de 2010 e cadeia de custódia RAS desde Setembro de 2016.

Local

Sesc Piracicaba - R. Ipiranga, 155 - Centro, Piracicaba.