Florestas de Valor: Novos modelos de negócios para Amazônia

Por meio de novos modelos de negócios, este projeto fomenta atividades produtivas de povos indígenas, comunidades tradicionais e agricultores familiares na Amazônia, e apoia a sua inserção em cadeias produtivas e mercados que reconhecem e valorizam a origem e os atributos socioambientais destes produtos.

Como resultado direto deste projeto, espera-se que a produção extrativista (de povos indígenas e comunidades tradicionais) e de cacau (de agricultores familiares) acesse mercados diferenciados, com maior valor agregado, gerando incremento da renda familiar e possibilitando a manutenção e ampliação de atividades que contribuem para a conservação dos recursos naturais e da cobertura florestal.

Os resultados deste projeto poderão beneficiar cerca de 38 mil pessoas em um território que compreende os dois maiores corredores de áreas protegidas da Amazônia (Xingu e Calha Norte), somando 52 milhões de hectares.

O projeto está organizada em 4 eixos:

  • Eixo Temático 1. Produtos da sociobiodiversidade em Áreas Protegida: Consolidação e expansão do selo Origens Brasil®
  • Eixo Temático 2. Produção agrícola no entorno de Áreas Protegida: Fomento e produção sustentável da cadeia do cacau na Amazônia
  • Eixo Temático 3. Acesso a mercados
  • Eixo Temático 4: Políticas publicas

Acesse aqui o relatório para mais detalhes.

Realização: IMAFLORA


Apoio financeiro: