REGISTRO DE DENÚNCIA

POR FAVOR PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO

COMPARTILHE


Hoje, BVRio e Imaflora
publicaram, com o apoio do Observatório do Código Florestal, o estudo
"Comercialização de produtos madeireiros de manejos florestais comunitários: diagnóstico, opções e recomendações para o setor". Este
estudo faz um levantamento da situação atual dos manejos florestais
comunitários no Brasil a fim de identificar barreiras e oportunidades para que
o setor cresça.


O manejo florestal comunitário (MFC) no Brasil tem o
potencial de explorar até 46 milhões de hectares no Bioma Amazônia. Apenas em
Florestas Nacionais e Estaduais da Amazônia, que somadas ocupam uma área de
mais de 28 milhões de hectares, estima-se que a produção de madeira em tora,
oriundas de planos de manejo sustentável, pode gerar entre R$ 1,2 a R$ 2,2
bilhões por ano. No entanto, a contribuição do MFC ao setor madeireiro
encontra-se muito aquém de seu potencial e este enfrenta barreiras atualmente
difíceis de superar. Há uma necessidade premente de prover capacitação para as comunidades
envolvidas em MFC para superar as barreiras levantadas, deste modo promovendo a
legalidade do setor com o cumprimento do Código Florestal Brasileiro.
O objetivo deste estudo é de fazer um levantamento da
situação atual dos manejos florestais comunitários no Brasil, para identificar
barreiras e oportunidades para aprimoramento e crescimento do setor.

Contato para imprensa: 

Fátima Nunes (Imaflora) - (11) 3815 8162 / (11) 9 8274 5553
Comercialização de produtos madeireiros de manejos florestais comunitários - Diagnóstico, opções e recomendações para o setor
Imaflora

Imaflora

Compartilhar

Envie seu comentário