REGISTRO DE DENÚNCIA

POR FAVOR PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO

COMPARTILHE






O Engajamundo organizou ontem, 12 de março, uma ação em
frente ao Burger King da Avenida Paulista, em São Paulo (SP), para chamar a
atenção sobre a ligação entre a carne dos hambúrgueres da rede de fast food com
o desmatamento extensivo do Cerrado.
A ação foi protagonizada por jovens ativistas
fantasiados, alguns deles de mágicos, que fizeram o "truque" de
transformar árvores em hambúrgueres.
A atividade foi motivada pelo relatório “O Maior Mistério
da Produção de Carne - Os Segredos do Burger King”, lançado recentemente pela
organização norte-americana Mighty Earth e pela norueguesa Rainforest
Foundation Norway, que denuncia o avanço do desmatamento do Cerrado e a falta
de ação por parte do Burger King e de seus fornecedores para assegurar que não
estão comprando soja vinculada à destruição da savana brasileira.
Usando cartazes com mensagens impactantes e lúdicas e
dados do relatório da Mighty Earth, os jovens chamaram a atenção do público
para o impacto de suas escolhas de consumo ao meio ambiente e cobraram mudanças
efetivas por parte do Burger King, entre as quais a divulgação do nome de seus
fornecedores, informando se e como eles estão em conformidade com políticas de
sustentabilidade; e a adesão à extensão da moratória da soja - sendo adotada há
10 anos na Amazônia - para o Cerrado.
“No Brasil, poucas pessoas sabem do impacto que o
agronegócio e a produção de alimentos têm sobre os biomas brasileiros, em
particular sobre o Cerrado, e o clima do planeta. A nossa ação teve como
objetivo chamar a atenção para isso e também para cobrar respostas efetivas do
Burger King", afirmou Raquel Rosenberg, uma das coordenadoras do
Engajamundo.
Cerca de 75% da produção mundial é utilizada na
alimentação de animais. Mais de um milhão de quilômetros quadrados do nosso
planeta –equivalente ao total das áreas da França, Alemanha, Bélgica e Países
Baixos combinadas – são dedicados à produção de soja. A soja é considerada o
segundo maior vetor de desmatamento de florestas no mundo, ficando apenas atrás
da pecuária.
A investigação a Mighty e da RFN constatou que mais de
500 mil hectares da área em que a Bunge opera foram desmatados entre 2011 e
2015 apenas no Cerrado. No mesmo período de cinco anos, a Cargill operou em
áreas do Cerrado que apresentaram 130 mil hectares de desmatamento. Além de
comprar soja, a Cargill e a Bunge financiam estradas e outras infraestruturas e
fornecem fertilizantes e outros recursos aos agricultores. Nem todo o
desmatamento registrado entre 2011 a 2015 pode ser atribuído a essas empresas,
mas os dados colhidos demonstram que elas têm um papel direto e nado
desprezível na destruição da sociodiversidade da região.
A Cargill e a Bunge vendem soja a produtores da carne que
é utilizada na produção de hambúrgueres, nuggets de frango, cachorros-quentes e
outros produtos. Não foi possível obter o número exato de quanta soja produzida
no Cerrado está na cadeia de suprimentos do Burger King, pois a empresa não
divulga a lista completa de seus fornecedores. 

Mais que 50% do Cerrado, bioma conhecido como o berço das
águas do Brasil por abrigar as principais bacias hidrográficas brasileiras, já
foi destruído. O Cerrado tem hoje uma taxa de desmatamento 2,5 maior que a
Amazônia e, sob o atual amparo legal, será possível desmatar o bioma até que só
10% a 15% de sua cobertura original seja mantida.
O Engajamundo é uma organização com lideranças jovens e
feita para jovens. Formada por mais de 1,2 mil ativistas de 15 e 29 anos, a
organização busca empoderar a juventude para compreender, participar e incidir
em processos políticos nacionais e internacionais por meio de formações,
mobilização e ações de ativismo. Em janeiro deste ano, o Engajamundo ganhou o
concurso Juventude e Meio Ambiente da Agência Europeia de Meio Ambiente
Ambiente, e participará de eventos organizados pela instituição com
especialistas e ativistas.
Atendimento à imprensaCristiane Fontes, Amoreira Comunicação
(21) 99785-2912


Engajamundo realiza ação para denunciar a ligação do Burger King com o desmatamento do Cerrado
Imaflora

Imaflora

Compartilhar

Envie seu comentário