REGISTRO DE DENÚNCIA

POR FAVOR PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO

COMPARTILHE



Catorze
empresas moveleiras acreanas receberam, nesta sexta-feira, 6 de dezembro, na
Fieac, o certificado da cadeia de custódia FSC, obtido por meio do Projeto de
Mobilização Empresarial pela Inovação, um esforço conjunto entre a Confederação
Nacional da Indústria (CNI), Sebrae Nacional, Fieac, Sebrae/AC e Governo do
Estado.
O
objetivo do projeto MEI é incorporar e aprimorar a gestão da inovação nas
empresas brasileiras, além de ampliar os instrumentos públicos que buscam a
inovação no país.


“Esta é uma grande vitória para o nosso setor e o para o nosso sindicato
(Sindmóveis). Quero agradecer a todas essas instituições que nos apoiaram
muito, pois agora, com este selo, somos empresas diferenciadas das do restante
do país, com reconhecimento nacional e até internacional”, comemorou Alice
Tomoko Iwakura, da moveleira Nascibel. Para a empresária Nely Loureiro, da
Jota’s Móveis, a certificação vai agregar ainda mais valor aos produtos
acreanos. “Foi uma conquista muito grande, apesar de todas as dificuldades que
os micro e pequenos empresários do setor enfrentam. Com todo o apoio que
recebemos da Fieac e demais instituições parceiras, conseguimos dar mais este
importante passo”, declarou.


De acordo com José Marcos de Carvalho, gerente administrativo e financeiro do
Imaflora, o caso do Acre é destaque em todo o Brasil. Segundo informou, nenhuma
empresa de qualquer outro Estado conseguiu ainda obter este selo FSC. A
Certificação da Cadeia de Custódia garante a rastreabilidade do produto, desde
a matéria-prima até o consumidor final. Isso significa que a madeira utilizada
tem origem em processo de manejo ecologicamente adequado, socialmente justo e
economicamente viável, cumprindo todas as leis ambientais vigentes.

PIONEIRISMO
- No Acre, a Fieac - por meio do Senai e IEL - e o Sebrae/AC são os gestores
institucionais do MEI, que contribuiu com recursos para preparação das 14
empresas moveleiras para a certificação em FSC e desenvolveu ações de inovação
em 51 empresas industriais do Estado neste ano. “O IEL conduziu muito bem esse
projeto. Estamos orgulhosos do resultado, que mostra que a parceria entre as
instituições foi bem-sucedida. Todos os empresários que participaram e hoje
estão recebendo este selo estão de parabéns. Temos muito orgulho de entregá-lo
a vocês, pois somos os únicos do país a obter”, enfatizou Adriana Souza,
gerente da Unidade de Indústria do Sebrae/AC.


O diretor de Desenvolvimento Florestal da Secretaria de Desenvolvimento
Florestal e da Indústria, Marky Brito, reconheceu que conseguir o selo FSC é um
processo bem complicado. “Outros estados ainda não conseguiram e, graças a um
esforço conjunto, o Acre chegou a esse nível”, destacou. Segundo ele, a
Certificação da Cadeia de Custódia traz vantagens e benefícios competitivos
para as empresas, além da organização da produção e melhoria da performance dos
empresários e gestores.


“Isso demonstra o comprometimento e profissionalismo dos empresários que
aderiram a este projeto e, hoje, estão colhendo os frutos. Não podemos deixar
de registrar que o nosso Estado, há alguns anos, vem se destacando de forma
positiva com o cuidado com o meio ambiente. E, as ações do Sistema Indústria
vão ao encontro desta bandeira levantada pelo Governo do Acre. Por isso, hoje é
um momento para comemorarmos”, parabenizou Carlos Sasai, presidente do Sistema
Fieac.
Fonte:
A Gazeta do AcreTexto:
Ascom Fieac  


Imaflora

Imaflora

Compartilhar

Envie seu comentário