COMPARTILHE

Imaflora certifica mais uma empresa madeireira detentora de Concessão Florestal Federal

09/03/2021

Autor(a): Imaflora

A empresa Madeflona recebeu a Certificação FSC® (Forest Stewardship Council®) para a produção de madeira proveniente da exploração de unidades florestais federais em Rondônia.

A Madeflona Industrial Madeireira Ltda recebeu em janeiro deste ano, por meio do Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora), a Certificação FSC® (Forest Stewardship Council®) para a produção madeira proveniente do manejo das florestas de concessões federais no estado de Rondônia. A companhia estima uma produção de 60.000 m³ de madeira em toras certificada, que irá atender a demanda da própria empresa e de outras indústrias regionais.

Fundada 2008 e vencedora da primeira concorrência pública florestal do Brasil, a Madeflona é a maior detentora de planos de manejo florestal do Estado de Rondônia. Hoje a empresa é responsável pela concessão florestal de quatro unidade de manejo - duas unidades na Floresta Nacional de Jacundá e duas na Florestal Nacional do Jamari -, nos municípios de Itapuã D’Oeste, Candeias do Jamari e Porto Velho, que juntas totalizam mais de 130 mil há floresta destinada ao uso sustentável.

A certificação socioambiental estimula melhorias ambientais, sociais e econômicas nos setores florestal e agropecuário. Ela reconhece a atuação responsável que contribui para a conservação dos recursos naturais, proporciona condições dignas e justas para os trabalhadores e promove boas relações com a comunidade próxima à área, à propriedade ou à empresa certificada.

O FSC® é o principal sistema de certificação florestal do mundo. Presente em mais de 80 países, o selo identifica que a matéria-prima usada em produtos de origem florestal é proveniente de uma área manejada de forma ecologicamente correta, com condições justas de trabalho e de maneira economicamente viável.

Atualmente, no Brasil, são mais de 879mil hectares de florestas certificadas FSC® sob Concessão Pública, sendo 59% certificadas pelo Imaflora - das empresas: Ebata - Flona Saracá Taquera; Samise - Flona Sacará Taquera, RRX - Flona Altamira; e Madeflona (nova) - Flonas Jamari e Jacundá. Já em áreas de concessões estaduais, o Imaflora já certificou as áreas sob responsabilidade da RRX Paru e Bluetimber Paru.

Para Evandro José Muhlbauer, diretor da Madeflona, a certificação FSC® assegura que a empresa está executando todas as atividades com transparência, respeitando a comunidade local e os bons costumes, e garantindo sustentabilidade. “A acreditação através de auditorias independentes reafirma o compromisso com os bons métodos nas atividades desenvolvida pela empresa, ponto este que também é um dos princípios fundamentais da concessão florestal”, afirma ele. Com a certificação, a Madeflona espera poder acessar, principalmente, o mercado do norte europeu, assim como mercados consumidores que utilizam a madeira com matéria-prima para produtos acabados.

A Concessão Florestal como ferramenta de conservação

Muhlbauer defende ainda que as concessões florestais às empresas privadas são um mecanismo para impedir a ilegalidade nessas áreas. “A concessão florestal na região amazônica é um símbolo da economia sustentável, com benefícios intangíveis, pois o manejo florestal madeireiro é simplesmente o aproveitamento da madeira de 2 a 3 árvores em meio de centenas ou até milhares das que existem em um único hectare de floresta”, explica. “As árvores pré-selecionadas a colheita apresentam características fenológicas que, se presume, já ultrapassaram do auge do período fértil, assim, quando colhidas com aplicação de técnicas de exploração de impacto reduzido que minimiza o impacto de exploração, é quase imperceptível a alteração no extrato floresta”, esclarece ele.

“Com a manutenção da floresta em pé os benefícios para a sociedade são incalculáveis para equilibrar do clima, manter a biodiversidade de fauna e flora, e regula o ciclo hidrológico/chuvas tão importante para as atividades agrícolas. O manejo florestal também gera empregos e renda, com fomento do trabalho rural, trazendo a merecido sustento e dignidade ao povo da floresta”, completa Evandro.

Para saber mais sobre a certificação FSC®, acesse: www.imaflora.org/o-que-fazemos/certificacoes/fsc