REGISTRO DE DENÚNCIA

POR FAVOR PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO

COMPARTILHE



Empreendedores sociais, investidores-anjo, instituições
que tem apresentado soluções inovadoras para os problemas sociais e ambientais, incubadoras e algumas ONGs, presentes ao Fórum de Finanças Sociais e
Negócios de Impacto – Investir para Transformar, promovido pelo  Instituto de Cidadania Empresarial e  Vox Capital lotaram o auditório que debateu “
Negócios de impacto e cadeias de valor de grandes empresas”. 
O tema foi abordado por Felipe Bannitz (ISES), Luiz
Gustavo Ortega (Brasken Labs) e por Patrícia Cota Gomes, coordenadora de
Projetos e Mercados Florestais, do IMAFLORA que apresentou a iniciativa Origens Brasil® e chamou a atenção para a invisibilidade do trabalho das populações
tradicionais na Amazônia tanto no produto final, quanto no papel desempenhado
para evitar o desmatamento. “Costumamos dizer que no Brasil falamos português,
mas só no território do Xingu temos 26 idiomas diferentes”, lembra Patrícia,
que explica ainda que outro aspecto da inciativa é promover  relações comerciais mais éticas, entre as
empresas e as populações tradicionais.
Alguns aspectos abordados como o desafio da promoção do
diálogo entre empresas e os povos da floresta, o uso da plataforma tecnológica
e o modelo de negócios da Inciativa foram alguns aspectos que geraram boas
oportunidades de troca de ideias e experiências.
A Patrícia e o
Luiz Antonio Brasi, coordenador de certificação agrícola, participaram de outro
momento do Fórum, facilitando a conversa sobre o tema Cadeia de Valor. Brasi
considerou a discussão “quente” e propositiva:” Tivemos um grande número de
participantes compartilhando experiências e soluções para as cadeias de valor
do extrativismo, da agropecuária e da floresta, além de pontuarem os desafios
na relação entre empresas e demais atores da cadeia, na busca da geração de
valor compartilhado”.


   
Origens Brasil® é apresentado em fórum sobre negócios de impacto, em São Paulo
Imaflora

Imaflora

Compartilhar

Envie seu comentário